O que aprendemos com a etiqueta do Casamento Real?

Posted on 22maio

Em 19 de maio de 2018 o mundo todo se volta para mais um casamento Real britânico, que como sempre traz às nossas mentes a imagem que construímos na infância de uma princesa linda se casando com o príncipe em um cavalo branco.

 

Quando adicionamos a essa cena, fatos reais de um príncipe colhendo no jardim as flores para o bouquet da noiva, percebemos que mais que sonhos e cenas criadas em nossas mentes, o homem gentil e a mulher elegante podem existir de verdade.

 

 

Filha de uma mãe negra pobre, Meghan Markle quebrou todos os paradigmas sociais e raciais quando entrou para Hollywood e conseguiu supera-los novamente quando tornou-se Duquesa de Sussex, esposa do Príncipe Harry.

 

Órfão de mãe, Harry tornou-se na adolescência um rebelde, expondo sua dor para o mundo, até que a maturidade lhe trouxe a doçura e o exemplo da mãe, que o fez seguir seus passos.

 

Ao lado do irmão mais velho, que mais que um padrinho, o acompanhou durante todo o percurso até a igreja e o apoiou como um irmão deve fazer, Príncipe Harry casou-se mostrando para o mundo que somos todos parte de uma única nação chamada Terra.

 

Com a bênção da rainha e de todos os herdeiros, como manda o protocolo real, Meghan Markle foi recebida na Família Real com graça e acolhida com o coração.

 

 

E como agradecimento deu-lhes seu respeito aceitando todas as regras, etiquetas e protocolos que fazer parte dessa família exige.

Fácil? Glamuroso?
Não acho que seja. A vida real que ela passará a ter como esposa de um príncipe será de longe uma vida livre e leve, mas juntos poderão ajudar e muito a mudar o mundo.

Mais que todas as simbologias exibidas na cerimônia, a monarquia mais respeitada do mundo mostra que não há distinção de raças, países e continentes, somos todos humanos. E que manter as tradições é também se modernizar e fazer concessões a favor do amor, seja ele entre duas pessoas, entre países ou continentes.

E assim ganha o favoritismo e os corações do mundo, mantendo e sustentando suas tradições com elegância e respeito ao próximo.

 

 

Outro enorme aprendizado que temos desse Casamento Real é que etiqueta, elegância, boas maneiras e gentileza é para todos e que pode ser aprendido.

Respeitando todo protocolo real britânico, Meghan Markle aceitou e assumiu todas as normas de etiqueta no que diz respeito a postura, sorriso, como acenar, como andar, como sentar-se e a partir de agora terá uma conduta de princesa.

Sem preconceito algum mais uma vez Meghan Markle aceitou aprender e se desenvolver para tornar-se uma pessoa melhor e abraçar a oportunidade de dedicar-se ao outro em causas sociais.

Aprender e assumir a etiqueta a fez ser aceita socialmente pela Família Real, pelo povo britânico, ganhando a admiração de todo o mundo pela sua nova postura e elegância. Mas mais do que isso, nos ensinou que livres de preconceitos entre pobre e ricos, monarcas e plebeus, etiqueta é para todos e pode ser aprendida, basta querermos. E que aprender esses códigos fazem com que seja possível qualquer pessoa transitar em qualquer ambiente de forma confiante, sendo capaz de se relacionar de forma profunda e verdadeira com todos a sua volta.

Príncipe Harry e a Rainha Elizabeth II nos dão uma aula de união entre as nações, mas é Meghan Markle que tem todos os méritos por ter se despido de todo preconceito, aprendido todos os códigos e conseguido chegar lá.


Back to Top