Etiqueta para Crianças

Posted on 28jan

Hoje vamos mostrar um pouco da nossa aula de Etiqueta para Crianças. Mas você deve estar se perguntando… criança precisa saber etiqueta? Sim, crianças crescem. E quanto antes elas aprenderem a lidar com as situações que aparecerão em suas vidas, mais seguras serão quando adultas.

Nós da Escola Brasileira de Etiqueta temos um curso dedicado aos pequeninos que é pura diversão!

Recheado de brincadeiras e claro, a atividade principal de colocar a mesa que elas adoram, ensinamos como elas devem se comportar no dia a dia, principalmente fora de casa para que possam se sentir seguras e não passem por constrangimento.

Em uma linguagem simples e lúdica levamos para as crianças as aplicações para o dia a dia delas. Como se cumprimenta? Como se portar fora de casa? Como interromper um adulto com educação? Como se fazer ouvida?

As crianças se divertem aprendendo coisas simples como as palavrinhas mágicas obrigado, por favor, com licença, etc… E entendem a importância de usar essas palavras sempre.

É claro que todos os pais ensinam em casa essas pequenas regras, mas em um ambiente propício onde estimulamos as crianças a isso, torna-se mais natural. A proposta é elas aprenderem por elas mesmas, e o próprio grupo estimula a todos darem o seu melhor.

Começamos perguntando a maior dificuldade delas, e naturalmente elas nos falam sobre “não serem ouvidos”, “não serem convidados para a festa”, “terem dificuldade em se relacionar e ter amigos” e até “o que pode ou não fazer fora de casa”.

A partir disso entramos com as regrinhas de etiqueta que as ajudarão no dia a dia.

Olhar nos olhos por exemplo, uma atitude simples e fundamental para mostrar confiança e criar conexão com todos à sua volta. Considerar as pessoas, para serem consideradas também. E como fazer isso? Tudo tem aplicação prática para o dia a dia delas.

O momento lúdico, além do jogo de perguntas e desenhos, é sem dúvida colocar a mesa. Elas aprendem desde as posições de talheres e taças, até a fazer o guardanapo bonitinho a partir de um fantasminha.

Depois dessa brincadeira, ensinamos como colocar o guardanapo no colo e como usá-lo corretamente.

E claro, como pegar nos talheres, como se portar à mesa e a não colocar os cotovelos na mesa com uma musiquinha que nunca irão se esquecer.

Pesquisas já mostram que crianças que participam das refeições à mesa com frequência com os pais, conversam, discutem e negociam, se tornam mais confiantes. Dessa forma é fundamental que elas saibam se portar para se sentir parte desse ritual.

O sonho de todos pais é poder fazer uma refeição inteira no restaurante sem falar diversas vezes que a criança não pode correr entre as mesas. Aplicando as regrinhas em casa fica fácil criar esse hábito nas crianças e elas repetirem no restaurante, sem nem perceberem. E mais que isso, a refeição se torna um momento prazeroso.

E claro, além de toda parte comportamental passamos por postura, como sentar, como andar, posição das mãos, entre outras dicas simples que pode virar brincadeira a qualquer momento.

Nós ficamos muito felizes em compartilhar esse conhecimento com nossos alunos mirins, transformando crianças em adultos seguros, capazes de se relacionar bem em qualquer situação.

É assim que construimos um mundo melhor. Pensando no futuro, agindo no presente!