Por que estudar etiqueta?

Posted on 20mar

Há muito tempo que etiqueta já não é mais frescura, e saber se portar bem em qualquer ocasião é fundamental para você se sair bem uma entrevista de emprego, fechar negócios ou até mesmo conquistar a garota dos sonhos.

 

Não somente para impressionar no primeiro contato, mas principalmente para manter essas relações e tornar-se uma pessoa pela qual todos tem apreço.

 

E em 2017 conheci Philip Sykes, da The British School of Etiquette, que compartilha da mesma visão de etiqueta que eu tenho. E foi com uma imensa felicidade que fiz as malas e viajei a Londres para conhecer a ele, sua equipe e a escola, que em seguida certificou a Escola Brasileira de Etiqueta, fundada por mim.

 

Patricia Junqueira em sua aula na formação de professores da The British School of Etiquette

 

Saber etiqueta é tão fundamental, que me pergunto porque não é mais ensinada nas escolas, como era antigamente.

 

Com esse gap de aprendizado não sabemos nos relacionar de forma apropriada e perdemos oportunidades na vida. Afinal de contas, quem nunca se viu constrangida por não saber se está vestida adequadamente, ou não sabia lidar com talheres e taças, como cumprimentar, se senta ou se fica em pé quando a anfitriã nos convida para ir a mesa, entre tantas outras coisas?

 

Isso nos torna pouco confiantes perante essas situações e eventualmente até nos faz perder oportunidades na vida. Afinal de contas, quem em uma sai justa consegue se vender, se relacionar ou mesmo estabelecer uma boa conversa?

 

 

Pronto! Está ai. Esse é o ponto em que a etiqueta faz toda a diferença.
Não a etiqueta como a conhecemos de simplesmente abrir a porta para uma senhora ou como usar os talheres, mas a etiqueta que vai além dessas regrinhas – que sim, são úteis, nós as usamos e ensinamos.

Mas a etiqueta que cria relações humanas e o torna uma pessoa confiante.

 

Negócios são fechados por pessoas, não por empresas. Assim como casamentos, relações familiares, sociedades, tudo na nossa vida são pessoas. E a etiqueta nos ensina a nos relacionarmos de forma apropriada, profunda, efetiva e verdadeira.

 

Sem usar máscaras para ser outra pessoa. Ou para fingir que é chique, elegante, com boas maneiras. Mas aprender a ser um “melhor você”, com toda a sua personalidade e com a sua história de vida. Ter etiqueta e boas maneiras é ser quem você é, ainda melhor.

 

 

E essa é a proposta minha como fundadora, e da Escola Brasileira de Etiqueta. Desenvolver pessoas em todo o seu potencial através da etiqueta.

 

Ensinar a falar de forma adequada, se vestir, como chegar nos lugares, se apresentar, cumprimentar, como iniciar uma boa conversa, como fazer agradecimentos, como conduzir uma conversa, como se portar a mesa e principalmente como se tornar uma pessoa importante para as pessoas a sua volta, fazendo diferença na vida delas.

 

Isso a torna uma pessoa mais confiante, capaz de alcançar seus objetivos.

 

Vivemos de forma apressada, com a agenda sempre cheia de compromissos, transformando nossas relações em contatos superficiais e por fim não nos importamos com o outro.

 

Etiqueta é para todos, e em qualquer ocasião. É para uma sociedade melhor. Para exercermos o respeito, a ética e criarmos relações verdadeiras com as pessoas. É como nos projetamos na sociedade e como atuamos em cada contato do nosso dia. Saber etiqueta é fundamental para também para fazermos um mundo melhor.

 

 

Itens Relacionados

Imersão Campos de Jordão

RECEBER BEM & ETIQUETA À MESA

CHÁ DA TARDE INGLÊS



Back to Top